Notícias



Na última quinta-feira (22), técnicos do Tribunal de Contas do Município (TCM), reuniu-se com a CPI das Enchentes, na Câmara Municipal do Rio, para apresentar estudo que aponta a redução de investimentos para proteção de encostas. A CPI serve para investigar as consequências econômicas, sociais e ambientais causadas pelas fortes chuvas que atingiram a cidade do Rio de Janeiro, em fevereiro deste ano. O estudo analisa os exercícios financeiros de 2009 a 2019 e aponta que a Prefeitura tem reduzido, anualmente, os investimentos para a execução de programas relacionados ao enfrentamento das enchentes.

De acordo com os valores aprovados pelo Legislativo, por meio da Lei Orçamentária, cerca de 10% é equivalente ao que é aplicado pelo Executivo na gestão desses programas. No período de 2017 a 2018 foram investidos R$ 19,8 milhões e R$ 36,4 milhões, respectivamente.  E, em 2019, conforme os dados analisados até 24 de junho, foram aplicados R$ 8,9 milhões. Confira o estudo relativo às ações da Prefeitura para enfrentar as enchentes:

  • Cedae - Manutenção de esgoto
  • Boletim Emop - Mês de julho/2019 está disponível
  • Pista principal do Santos Dumont fecha amanhã (24)



Facebook



 
00:00:02 Alterar a senha | , sair Valid XHTML 1.0 Transitional